Últimas

Feliz Natal!!

A Paz

Ó meu menino Jesus,

Que nasceste pobrezinho,

Eu quero neste Natal

Pedir-Te um favorzinho.

Só quero que reine a paz

Neste mundo tão cruel

Ilumina todos os homens

Como a doçura do mel.

A todas as crianças do mundo

Eu queira dar brinquedos

Para que nos olhos delas

Acabassem todos os medos.

Queria que houvesse paz

E acabasse a tristeza

E que todos os homens tivessem

Um pedaço de pão na mesa.

Escola E B 1 de Algodres (Fornos de Algodres)

 

Um Feliz Natal Para Todos!!!😀😀😀😀

 

Vendas! – O mito!

Ola meus amigos, cá estou eu novamente, e hoje com uma pergunta bem bacana:

O cliente quer preço ???

E ai os vendedores dizem:

“Precisamos baixar preço para aumentar as vendas e não perder mercado para a concorrência”

Esta receita simplória é muito fácil e comum de ser dada. Mas, isto funciona sempre? O cliente só quer preço? Até quanto preço é o fator determinante e decisivo?

A certeza que temos é que preço é a estratégia dos desesperados. Você já reparou, quem não tem mais nada para dar, oferece o quê? Preço! A política de concorrer no campo de menores “preços” já levou muitas empresas ao suicídio.
Portanto, atenção, além de preço, existem outras coisas que o cliente quer e está disposto a pagar por isso.

A bem da verdade, há duas tendências indiscutíveis, em todos os ramos de negócios, que são: um padrão de qualidade de produtos e/ou serviços cada vez maior por um preço cada vez menor. Quem não se antecipar, nesse sentido, estará fora do jogo, tenderá a ficar à margem do negócio.
À medida que o mercado fique cada vez mais competitivo e o cliente cada vez mais consciente, maior será a pressão por um melhor produto (qualidade) a um menor preço.

Mas, qual a prioridade do cliente?
Qual o fator decisivo na hora da compra?
Preço ou Qualidade?

Nem um, nem outro! Mas, sim, os dois ao mesmo tempo. E os dois, ao mesmo tempo, resultam em Valor. O que vem a ser Valor?
De forma simplificada, definiremos Valor como a relação entre Qualidade e Preço.

Valor = Qualidade/ Preço

Toda decisão de um cliente é baseada numa análise do valor, seja ela consciente ou inconsciente, e quando se julga o valor, levam-se em consideração, simultaneamente, os fatores qualidade (produtos e serviço) e preço.

Um adequado julgamento do valor de alguma coisa, depende de uma série de atributos de quem julga, dentre os quais: nível educacional, conhecimentos, informações, experiência, sensibilidade, etc.
Ninguém, por mais desprovido que seja de adequados atributos para julgamento, deixa de decidir pela melhor opção para si próprio (entenda-se como a melhor opção aquela de maior valor). É isso que todo mundo faz, nem sempre da maneira mais correta do ponto de vista geral ou técnico, mas, correta do ponto de vista de quem está decidindo. No fundo, no fundo, todos buscam decidir pelo produto ou serviço que tenha sempre um maior valor agregado.

Um bom exemplo disso é a Construtora Barros Pimentel, de Campinas(SP),que pagou seis vezes mais pelo preço das torneiras utilizadas na construção. Loucos? Corrupção de funcionários? Não! Afinal, o que levou essa empresa a adquirir um produto seis vezes mais caro que um outro utilizado normalmente? Uma vez que, no conceito ”tradicional”, torneiras em um canteiro de obra não precisam ter qualidade, já que são utilizadas pelos operários, em uso temporário, enquanto durar a obra.
E aí? Como se explicar isso?
Simples, a empresa não adquire produtos, segundo critério de menor preço, mas sim de maior valor agregado. A Barros Pimentel sabe que o custo da água representa 0,8% do custo total de uma obra. Na verdade, as torneiras “baratas” são responsáveis por desperdícios. Conseqüentemente, estas foram trocadas por um tipo de torneira muito mais “cara” (seis vezes mais, pasmem!). Resultado, em um mês, a economia na conta da água pagou o investimento nas novas torneiras. Em síntese, com torneiras mais “caras”, a construtora conseguiu reduzir em 50% o custo da conta de água.

Portanto, o que importa para o cliente é resultado, é valor agregado, não o preço isolado. Aliás, a sabedoria popular, que diz, ”o barato, ás vezes, sai caro” sempre nos alertou para isso.

Viram como nem tudo se resume ao preço. Cabe a nós vendedores conscientizar os clientes sobre os valores agregados ao nosso produto ou serviço, que não só o preço realmente importa, mas sim sua qualidade, durabilidade, retorno, manutenção.

Vender a partir de catálogos e listas de preços é fácil e nos tornamos tiradores de pedidos, mas vender valor é difícil pois temos de nos esforçar muito mais para que o cliente entenda que consumindo nosso produto ou serviço, ele estará agregando outras facilidades em sua aquisição.

Mais uma vez agradeço a atenção de todos, e desejo sucesso em vendas para nós !!!

Grande abraço !

Pensamentos:
“A inveja é falta de capacidade de ser ou tentar ser diferente. “
(autor desconhecido)

 

_______________________________________________________________________________________________________________________


Dicas! – Livros, Revistas.

Muito bem!!! Mais um post.. mais umas dicas que deixo pra vocês!

Boa tarde!! como vão?😀

Queria compartilhas alguns livros e revistas que nós lemos por aqui!  Aqui vão eles:

Revista Venda Mais.
( Site Aqui!)

Revista voltada para vendas e marketing.
Muitos artigos interessantes a respeito destes temas, alguns deles tratados aqui no blog. Vale muito a pena!

 

Reparação Automotiva.
( Site Aqui! )

Ela é uma extensão do “Balcão Automotivo” onde contem algumas dicas técnicas e informações a respeito de auto peças.

 

Designe para não designers.
( Link Submarino! )

Porque eu estou colocando este livro aqui? É um livro que demonstra técnicas de comunicação visual ( como deixar um texto em enfase, onde posicionar um menu, um sub item, o que chama mais a atenção, contraste, etc ).
Apesar de bem especifico ele é BEM básico e facílimo de entender. Para aqueles que trabalham com panfletos, catalogos e materiais graficos ( na web tambem ), a autora da umas dicas que vão mudar completamente a cara de seus materiais!!

 

Google.
( Link Submarino! )

Um livro que conta a história do google. Acho de extrema importancia estudar todas as empresas bem sucedidas e como elas chegaram a esse sucesso, se vc almeija o mesmo né?

 

 

Ta ai a dica! Espero que seja util para vcs, assim como esta sendo pra mim !!😀

Mais pra frente posto uns outros!!

 

Abraços a todos!!,

 



_______________________________________________________________________________


Hotlinks! – Midia Boom

Ola ola ola!!!😀

Tudo bem com vcs? … espero que sim!!😀

Bom.. segue mais um hotlink pra vcs!  Hoje vou indicar um site de marketing digital chamado: Midia Boom.

Estamos cansados de saber da influencia das midias digitais hj em dia!
Para exemplificar:

Estava lendo uma reportagem onde uma estagiaria de direito foi demitida por causa de um comentario racista que ela fez no twitter dela.
Falava algo sobre os nordestinos aqui em sp ( A reportagem inteira, leia aqui! ). O comentario dela acabou entrando em uma #hashtag ( #Hashtags são assuntos muito comentados que aparecem em destaque no corpo deste microblog ) e teve uma repercursão muito grande. A empresa, que não queria ser vinculada a um proficional com estes tipos de pensamento ( ao meu ver, com razão ), acabou mandando ela embora.

Tudo bem, este exemplo foi de um nivel “pessoal”, mas ele mostra muito bem que se deve ter MUITO cuidado com o que vc diz nestas midias ( claro.. voce tem todo o direito de se expressar da forma que quiser sobre o que quiser, mas tera que aguentar as consequencias. Nada mais justo certo? ).
Escandalos coorporativos tem de monte. É só procurar la no google que vcs irão ver!

Voltando ao assunto que interessa.. hehe!!


Este site, como ja diz o seu slogam, é um coletivo de informações sobre comunicação digital ( marketing digital ).
São varios colaboradores e escritores sobre todos os tipos de informações ( claro, dentro do tema proposto ).
Abordam coisas muito interessantes tais como: Como se relacionar com o seu cliente atravez das midias sociais, como escrever um texto para internet, indicações de palestras sobre o tema, de livros ( alias.. no proximo “dicas” vai ter algumas destas indicações😀 ) e etc.

São textos muito interessantes, leves e cheios de conteudo. Inclusive eu provavelmente fiz algum texto aqui.. inspirado em um tirado de la!! haha

Certo pessoas??? Fica a dica!! Pelo menos para se manter antenado sobre as novas midias e meios de comunicação que vão explodindo na net!

Temos que nos reciclar sempre!!

Abraços!!😀

PS: Links do site né?

Site – Midia Boom
Twitter – @midiaboom

La no site vcs conseguem mais links para as outras midias sociais!!

__________________________________________________________________________________________

Vendas! – Cliente satisfeito, cliente fiel.

Ola meus amigos!

Seguindo a linha de raciocínio de minha ultima postagem em que falava de fidelização, veja um pouco mais do assunto para nos antenarmos mais.

Prestem atenção, o cliente que tem seus problemas rapidamente resolvidos de forma satisfatória, em sua maioria, apresenta propensão a voltar a consumir com mais freqüência do que aquele que teve uma experiência negativa, pois resultados positivos são obrigações que temos de acumular para podermos nos manter como empresa e sobreviver ao mercado.
De outra forma, no final o que conta é o desfecho, ou seja, como a situação se desenrolou.

Pode-se usar um exemplo cotidiano para exemplificar este fato: imagine que você tenha comprado uma torta em um supermercado e que ao chegar em casa percebe que a mesma esta estragada. A primeira reação é de frustração, a segunda é de indignação, a terceira é de desabafo com alguém obviamente condenando a empresa. A quarta é a de que se não for feita a troca no supermercado, nunca mais se pisa naquele local.

Então imagine você de volta ao supermercado, com a torta estragada na mão, bravo(a), pensando mil coisas : “mas se não trocarem faço um escândalo” ou “eles que ousem não trocar que vou ao Procon”, ou ainda “não vão trocar, tenho certeza que não vão”. Chegando lá, você expõe o problema com o produto em mãos, o encarregado rapidamente lhe conduz ao gerente que dá uma ”olhadela” na torta estragada e mais que depressa troca o produto e lhe pede mil desculpas (e não inventa desculpas como antigamente ).

Nesta, e na maioria das situações similares, o que vai valer é a sua percepção. Sua experiência final. Neste caso, o desfecho foi feliz. Você vai voltar, em geral, satisfeito ou no mínimo “não-insatisfeito” com a empresa e com o produto. Vai sentir que seus direitos foram respeitados, vai sentir que lhe deram atenção, que você foi ouvido e na próxima vez que for comprar uma torta provavelmente vai se lembrar do local e possivelmente retornará a loja.
A percepção que fica é o que as pessoas acreditam que tenha acontecido, ou seja, seu problema teve toda a atenção merecida, e não o que realmente aconteceu: houve um descuido inicial por parte da empresa.

Lembre-se, se você fizer apenas sua obrigação não estará saindo do lugar comum. Fazer apenas a obrigação qualquer um faz, exceder ( com consciência ) é que é o “ponto X da questão”. Se pararmos para pensar o que é exceder as expectativas, é fazer mais do que a obrigação senão ouvir, propor soluções, ter digamos “amor” naquilo que se esta fazendo.

Em uma venda o único ponto que não devemos pensar é em vender. A venda é uma conseqüência de todo o esforço que foi feito antes: a conversa, a apresentação dos produtos e serviços, a comparação com similares, o entendimento da utilidade do produto para o cliente e assim por diante.
A venda nada mais é do que o bater do martelo pelo cliente. Nossa função é possibilitar que as decisões dele (o cliente) sejam facilitadas e, esta solução imediata de algum problema posterior a venda, nos coloca em um patamar diferenciado na concepção do cliente.

Vender não é difícil, mas manter vendas freqüentes de um mesmo cliente isso sim é complicado pois, os questionamentos serão novos e devemos estar aptos a “desenrolar” qualquer que seja a objeção.

Fidelização é uma palavra muito usada nos tempos de hoje e realmente devemos focar muito nosso trabalho nesta palavra, para que possamos assim estar sempre abrindo novos horizontes para os clientes já cativos e para aqueles que estarão ao nosso lado no futuro .
Nossos clientes cativos esperam de nós um tratamento único como se fosse pela primeira vez, onde iniciamos um relacionamento mostrando vantagens e grandes oportunidades, e a única coisa que aguardam de nós é que realmente todas estas expectativas, promessas e acontecimentos, sejam realizados não apenas uma vez, porém sempre .

Para fecharmos este assunto: fidelizar é acolher, trazer para perto, satisfazer necessidades, sanar duvidas, resolver problemas , e o mais importante, se importar com o que o outro diz.

Grande abraço a todos e um excelente mês de novembro em vendas para nós.

Para pensar
“A qualidade é nossa maior garantia de fidelidade do cliente, a nossa maior defesa contra a competição estrangeira e o único caminho para crescimento e para lucros.”
Jack Welch

__________________________________________________________________________________________________________________


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.